Contactos

Consórcio facilitado ltda.

  • Pessoa de contato: Ana Paula
  • Telefone: +55 (11) 99568-68-97
  • +55 (11) 7780-21-94
  • MSN: anapaulaunilance@hotmail.com
  • Endereço postal: Rua Almirante Pereira Guimaraes,265, Pacaembú, São Paulo, 01250-001, Brasil

Renovações do site
Consorcio Chevrolet Corsa Hatch 1.4 Premium R$ 23.400,00, foto 1
  • Consorcio Chevrolet Corsa Hatch 1.4 Premium R$ 23.400,00, foto 2
  • Consorcio Chevrolet Corsa Hatch 1.4 Premium R$ 23.400,00, foto 3
  • Consorcio Chevrolet Corsa Hatch 1.4 Premium R$ 23.400,00, foto 4
  • Consorcio Chevrolet Corsa Hatch 1.4 Premium R$ 23.400,00, foto 5

Consorcio Chevrolet Corsa Hatch 1.4 Premium R$ 23.400,00

A Montana terá apenas duas versões: 1.4 Conquest e 1.8 Sport. A GM estima que as versões 1.4 responderão por cerca de 60% das vendas da linha Corsa e Corsa Seda
disponível
R$23,40
Encomendar
Condições de pagamento e frete
Informação de contato
  • Pessoa de contato: Ana Paula
  • Telefone: +55 (11) 99568-68-97
  • +55 (11) 7780-21-94
  • MSN: anapaulaunilance@hotmail.com
  • Endereço postal: Rua Almirante Pereira Guimaraes,265, Pacaembú, São Paulo, 01250-001, Brasil
Descrição detalhada de um produto

FOTOS DO SITE MERAMENTE ILUSTRATIVAS.

Segundo a GM, as mudanças na linha Corsa 2008 vieram para atender o segmento de veículos "compactos não populares" – modelos equipados com motores acima de 1.0 e abaixo de 1.8 –, que estaria em franca expansão. "Nossas pesquisas indicam que muitos proprietários de veículos 1.0 anseiam por uma evolução no quesito motorização", afirma o vice-presidente da empresa, José Carlos Pinheiro Neto. Mais que isso, porém, as novidades reposicionam a linha Corsa no mercado com mais chances de competir com os concorrentes tradicionais – como o Fiat Palio e o Peugeot 206, que já contavam com motor 1.4 – e com os que estão chegando agora, como o Renault Logan.

A principal novidade do Corsa 2008 é o motor 1.4 Econo.Flex, que foi lançado com o Prisma, no fim de 2006, e que na passagem para o Corsa ganhou 8 cv – agora entrega 105 cv de potência, ante 81 cv do Palio e 82 do 206, rodando com álcool. O Prisma, por enquanto, fica como está, com 97 cv. A GM terá que desenvolver um novo coletor de admissão específico para o Prisma, que tem menos espaço que o Corsa no cofre do motor.

Visualmente, a GM fez um bom caldo com componentes que já possuía em casa. Os faróis e o párachoque dianteiro vieram da Montana Sport. As lanternas traseiras escurecidas são do Corsa SS. Inédito, mesmo, só o friso cromado na dianteira, que inaugura, no Brasil, o novo estilo das grades dos Chevrolet no mundo. Até o fim do ano outros modelos da linha também adotarão esse ornamento. Internamente, mudou o tecido dos bancos e o grafismo dos instrumentos, no painel. E só.

Não houve alterações em partes do carro como suspensão, freios e sistema de direção. O Corsa continua sendo um compacto confortável, com bancos macios e suspensão tolerante, que permite que a carroceria balance nas curvas, mas não deixa o motorista perder o controle da direção.

Surpresa na pista
O primeiro contato que tivemos com o Corsa 2008 foi no Campo de Provas da GM, em Indaiatuba. Lá, em uma pista que simula uma serra (a famosa pista D-1), o Corsa demonstrou valentia ao subir um trecho em terceira marcha, com duas pessoas a bordo e o ar-condicionado ligado. Nessa hora, o motor se valeu do torque, que também cresceu em relação ao que havia na versão anterior. O volume subiu de 12,8 mkgf a 3 200 rpm para 13,4 mkgf a 2 800 rpm. Já na pista da TRW, onde realizamos as medições de desempenho, o carro nos surpreendeu ainda mais. Nas provas de aceleração de 0 a 100 km/h, ele fez o tempo de 11,8 segundos, rodando com álcool, ficando apenas 0,4 segundo atrás do Corsa 1.8 testado por nós em setembro de 2004. Em relação ao Prisma, avaliado em novembro de 2006, o progresso também foi grande. O Prisma gastou 12,5 segundos para acelerar de 0 a 100 km/h.

No que diz respeito ao consumo, o Corsa 1.4 demonstrou que seu preparo físico está mais adequado às distâncias urbanas, onde precisa de menos energia, do que às rodoviárias. Na cidade, ele conseguiu a média de 7 km/l, igualando-se ao Corsa 1.0, que obteve o mesmo consumo em nossa pista. Na estrada, a média foi de 9,7 km/l, ficando mais próximo do Corsa 1.8, que fez 10 km/l. O Prisma, testado no lançamento, se saiu melhor nos testes de consumo: rodou 8 km/l na cidade e 11,1 km/l na estrada. Isso porque ele é mais leve. Ele pesa 905 quilos, ao passo que o Corsa tem 1056 quilos.

Com o motor 1.4 na linha, o Corsa vai medir forças com os rivais diretos, equipados com motor de mesmo tamanho – Fiat Palio, Peugeot 206 e Citroën C3 –, enquanto a picape Montana encara a Fiat Strada. Vai faltar a Meriva, que atualmente só sai com motor 1.8, para a GM se igualar à concorrente Fiat, com a minivan Idea em versões 1.4 e 1.8. Segundo a engenharia, que já avaliou essa alternativa, o casamento entre motor e carroceria tem futuro, mas a bênção das alianças ainda depende de estudos dos outros departamentos da fábrica, como o de marketing. Considerando que as fábricas estão fazendo de tudo para mimar o mercado, isso pode ser apenas uma questão de tempo.

Versão:Hatch Joy (flex) 4p
Portas:4
Porta-malas (dm3):260 L
Câmbio automático:Manual de cinco marchas
Direçâo asistida:Mecânica
Vidros Verdes:Não
Limpador e Desembaçador Traseiro:Não
Protetor de Cárter:Não
Parcelas

Informação para encomenda
  • Preço: R$23,40
Categoria do catálogo Negociol.com: Carrinhas de passageiros em São Paulo
Criado: 09/10/12 09:27
Alterado: 13/11/12 07:11